Intel Alder Lake série S sem chaves K

Intel Alder Lake S series sem chaves K 2022

Chaves não K da série Intel Alder Lake S detalhadas.

Intel Alder Lake série S sem chaves K ou o que são?

Processadores Intel Alder Lake-S as chaves essenciais.

O primeiro lote de Alder Lake trouxe-nos as séries “K” e “KF”, duas letras que têm um conceito muito claro, como os nossos leitores de longa data irão recordar.

O "K" indica que o processador vem com um multiplicador desbloqueado, para que tenhamos a possibilidade de fazer overclock facilmente, enquanto a letra «F» significa que a GPU interna está desabilitada, e, portanto, não é utilizável.

Por isso, vários modelos desta nova geração de processadores Intel Alder Lake-S permaneceram atentos, apresentando o série "não-K", que vem com o multiplicador negado; a série "T", o que indica que estamos diante de um modelo de baixo consumo, e o Série "F não K", que virá com o multiplicador negado e a GPU dentro desabilitada.

Intel Alder Lake-S

Antes de entrar no assunto, e conhecer cada uma das chaves desses novos processadores Intel Gen12 que completam a gama Intel Alder Lake-S, acho essencial que nos façamos uma pergunta fundamental: por que a Intel expandiu seu catálogo de processadores com muitos modelos diferentes? A resposta é muito simples, alcançar um maior número de clientes e contemplar, efetivamente, suas reivindicações.

É uma pergunta essencial, e vou explicar o porquê:

  • Os processadores Intel Alder Lake-S série "não-K" mantêm um nível proeminente de desempenho, mas a um preço muito mais baixo, o que se traduz em um valor preço-possibilidades muito mais atraente. Eles vão ter um TDP de 65 watts.
  • Os processadores Intel Alder Lake-S série "T" têm um menor consumo, mas eles escalam muito bem em desempenho graças ao modo turbo, o que os torna uma alternativa interessante para equipes sólidas. Seu TDP será de 35 watts.
  • Finalmente, os processadores da série Intel Alder Lake-S "F not K" sustentam esse nível proeminente de desempenho, mas eles são um pouco mais baratos devido ao fato de que eles trazem a GPU dentro desativada. Eles são uma opção incrível para capital apertado, desde que usemos uma GPU dedicada. Seu TDP será de 65 watts.

Esses novos processadores segurar cada chave que conhecemos, o que significa que eles usam aquele design híbrido que combina núcleos de desempenho proeminentes com núcleos de alta eficiência, com a arquitetura Goden Cove nos núcleos de alto desempenho, que otimiza o IPC em 19% em relação à geração anterior, e a arquitetura Gracemont nos núcleos de alta eficiência.

Ele também possui a tecnologia HyperThreading, que permite que cada núcleo de alto desempenho gere 2 threads, e vem com uma GPU Intel Gen12 Xe dentro (desativada nos modelos "F", como dissemos).

Intel Alder Lake-S

Para supervisionar a distribuição da carga de trabalho entre os núcleos de alto desempenho e os núcleos de alta eficiência, essencial para que o desempenho seja perfeito, e para que a eficiência não seja comprometida, temos a Diretiva Intel Thread atuando como maestro de orquestra.

No entanto, é fundamental levar em consideração que vários dos novos processadores anunciados pela Intel nestas novas séries eles vêm sem núcleos de alta eficiência. 

Esta é uma das novidades muito mais essenciais, mas não é a única, e acontece que a Intel também anunciou novos fãs que virão, como padrão, com cada uma dessas novas séries.

Os processadores das séries "K" e "KF" eles não têm nenhuma solução de refrigeração no interior, então devemos deixar isso de lado.

Escusado será dizer que, vindo com um ventilador doméstico, as séries "no K", "T" e "F no K" oferecem um valor ainda mais atrativo em relação preço-possibilidades.

Intel Alder Lake-S e novos fãs Intel Laminar

Intel Alder Lake-S

Na imagem em anexo, você pode ver como são os novos fãs que a Intel anunciou e que eles acompanharão os novos processadores Alder Lake-S “não-K”.

Temos um total de três modelos diferentes que, claro, são projetados para contemplar perfeitamente as reivindicações térmicas das diferentes faixas que o enorme chip irá comercializar.

Em outras palavras, é essencial porque, embora o TDP da maioria desses novos processadores seja de 65 watts, em seu estado PL2 nem todos registrarão exatamente o mesmo valor térmico, e, portanto, suas demandas serão diferentes.

O ventilador Intel Laminar RH1 vai ser muito mais forte, e esteticamente o mais atraente também.

Este modelo vai ter um desempenho discreto, incluirá um Iluminação RGB personalizável, ele será integrado um longo radiador de cobre e usará um sistema de ancoragem diferente dos outros 2 modelos, com parafusos diretos.

Ele terá uma garantia de três anos e será incluído apenas com o Intel Core-9 Gen 12.

Do seu lado, o Intel Laminar RM1 Será muito mais contido em tamanho, o que se traduz em um radiador muito mais sólido e menor capacidade de refrigeração do que o modelo anterior.

Ele também terá uma garantia de três anos e virá com o Intel Core i7, Intel Core i5 e também o Intel Core i3 Gen 12.

Seu sistema de ancoragem será um pouco diferente. No final contamos o Intel Laminar RS1, que será uma versão muito mais modesta da anterior e que acompanhará o Intel Pentium Gold e o Celeron.

Intel Alder Lake-S de 65 W e 35 W: baixo consumo de energia, enorme desempenho

Entre os pilares muito mais essenciais que definem a nova série de processadores "não-K" Intel Alder Lake-S está, sem dúvida, sua desempenho incrível e sua eficácia.

Na época em que analisei o Intel Core i5-12600K, agora pude confirmar que esse chip aguentou ótimos valores, tanto em termos de consumo quanto de temperaturas, quando o usamos em frequências de armazenamento e com o limitador de consumo ativado. , então devo dizer que não me surpreende ver para o que seus irmãos “não-K” e “F-não-K” têm capacidade.

Durante todo o evento de apresentação, a Intel compartilhou alguns gráficos com dados de desempenho focados em testes sintéticos e aplicativos especializados, além de jogos.

Eles reiteram o que sabíamos, e acontece que a Intel Alder Lake-S marcou um salto geracional no desempenho single-thread e multi-thread, graças a esse aumento de 19% no IPC e a introdução de núcleos de alta eficiência, que elevam o número máximo de núcleos e também threads dos 8 e 16 da geração anterior (Intel Core i9-11900K) para 16 e 24 dos atuais geração (Intel Core i9-12900).

O que isso significa para o cliente médio? Como é muito simples, que a rivalidade no campo da unidade central de processamento é, atualmente, muito intensa, e que ela pode localizar inúmeras opções com custos muito diferentes que proporcionam, mesmo em seus cenários muito mais acessíveis, um desempenho fabuloso.

Não estou exagerando, vejam os valores de desempenho registrados pelo Intel Core i5-12600 na frente da APU Ryzen 7 5700G, e que o primeiro possui apenas 6 núcleos de excelente desempenho e 12 threads, enquanto o segundo possui um unidade de processamento de 8 núcleos e 16 threads.

Por outro lado, é também essencial destacar que os Intel Alder Lake-S «não-K» são tidos como uma alternativa sólida para unificar trabalho e lazer em uma única interface, especialmente em seus modelos Core i9 e Core i7, que são equipados com 16 núcleos (8 de alto desempenho e 8 de alta eficiência) e 24 threads, e com 12 núcleos (8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência eficiência) e 20 threads, respectivamente.

Modelos inferiores não possuem núcleos de alta eficiência, mas graças às novidades introduzidas pela arquitetura Golden Cove nos núcleos de desempenho proeminentes, marcam um salto geracional essencial.

Quero reforçar um pouco mais essa questão pelo fato de que, no fundo, o aumento do IPC é um aspecto fundamental.

Nos gráficos anexos, podemos ver como um Intel Core i9-11900 se comporta em vários jogos e qual o desempenho que um Intel Core i9-12900 oferece nesses jogos.

Nenhum jogo hoje é capaz de escalar muito mais do que 6 núcleos e 12 threads, então os dois processadores jogam, nesse sentido, em igualdade de condições.

Os valores dos dois no modo turbo também são praticamente idênticos, e apesar de todo o chip Intel Alder Lake-S obtenha uma otimização entre um 6% e um 21%.

Não é mágica, é a CPI.

Chipsets H610, B660 e H670: Muito mais opções para montar um processador Intel Alder Lake-S

Intel Alder Lake-S

Já vos disse que os novos Intel Alder Lake-S "não-K" são apresentados como opções mais acessíveis, e com um consumo inferior, e que trazem o multiplicador desbloqueado, o que significa que não permite realizar overclock, e, portanto, não faz sentido montá-los em uma placa-mãe com chipset Z690.

Com isso em mente, é muito fácil entender porque a Intel anunciou, para acompanhar esses novos processadores, um total de três novos chipsets:

  • H610, que se posiciona no que temos a possibilidade de estimar como faixa econômica baixa, e que dá um grupo de possibilidades bem apertado, como podemos ver na imagem em anexo.
  • B660, que fica um passo acima e representa uma otimização notável em relação ao chipset anterior. Ele se integrará a placas-mãe de qualidade padrão baratas e permitirá que a memória faça overclock.
  • H670, um chipset bastante próximo do Z690, mais do que qualquer coisa em termos de conectividade. Assim como o B660, ele permitirá overclock da memória e será integrado a placas-mãe de qualidade padrão.

Apenas no caso de alguém se perder ou ter dúvidas sobre qual chipset seria o mais notável para acompanhar cada um dos recentes processadores Intel Alder Lake-S, deixo-vos um script simples que servirá como referência ou guia rápido:

  • O chipset H610 seria uma alternativa incrível para acompanhar, por exemplo, um processador Intel Core i3-12100, ou os novos Pentium Gold e Celeron.
  • O chipset B660 é especificado como a opção muito mais balanceada para o Intel Core i5-12400 ou superior, até o Core i9-12900.
  • O chipset H670 só faria sentido se precisarmos ter uma proporção maior de pistas PCIE e conectores de sobra.

Processadores Intel Alder Lake-S “não-K”: modelos e chaves

Intel Alder Lake-S

Na tabela que anexamos logo acima dessas linhas, e que você pode ampliar clicando nela, você pode localizar um catálogo finalizado com os novos processadores da série “non-K” e “F non-K” anunciados pela Intel.

Juntos, temos 13 novos chips que possuem uma configuração precisamente diferenciada, e com tecnologias muito diferentes.

Como podemos ver nesta tabela, o Core i5 e abaixo carecem, como prevíamos, de núcleos de alta eficiência.

Isso coloca o Intel Core i5-12600K, que possui 4 núcleos de alta eficiência, em uma situação muito interessante, e o diferencia justamente do Intel Core i5-12600.

O Core i9 e Core i7 Gen12 têm Tecnologia Turbo Boost Max 3.0, que ajusta o modo turbo perfeito ao limite para acionar frequências de trabalho, desde que seja possível por razões térmicas e energéticas.

Essa tecnologia não é encontrada no Core i5 e Core i3 Gen12, e no Pentium e Celeron diretamente eles não têm modo turbo. Agora deixo você com um entendimento com as chaves dos processadores Intel Alder Lake-S "no K" e "F no K".

  • Intel Core i9-12900: 16 núcleos (8 de alto desempenho e 8 de alta eficiência) e 24 threads a 2,4 GHz-5,1 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), cache L3 de 30 MB, cache L2 de 14 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo base de 65 watts (202 watts no modo turbo).
  • Intel Core i9-12900F: 16 núcleos (8 de alto desempenho e 8 de alta eficiência) e 24 threads a 2,4 GHz-5,1 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), 30 MB de cache L3, 14 MB de cache L2 e consumo base de 65 watts (202 watts em modo turbo).
  • Intel Core i7-12700: 12 núcleos (8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência) e 20 threads a 2,1 GHz-4,9 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), cache L3 de 25 MB, cache L2 de 12 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo base de 65 watts (180 watts no modo turbo).
  • Intel Core i7-12700F: 12 núcleos (8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência) e 20 threads a 2,1 GHz-4,9 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), cache L3 de 25 MB, cache L2 de 12 MB e consumo base de 65 watts (180 watts em modo turbo).
  • Intel Core i5-12600: 6 núcleos e 12 threads a 3,3 GHz-4,8 GHz, modo normal e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo de 65 watts (117 watts no modo normal). Turbo).
  • Intel Core i5-12500: 6 núcleos e 12 threads a 3 GHz-4,6 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo de 65 watts (117 watts no modo turbo).
  • Intel Core i5-12400: 6 núcleos e 12 threads a 2,5 GHz-4,4 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 730 e consumo de 65 watts (117 watts no modo turbo).
  • Intel Core i5-12400F: 6 núcleos e 12 threads a 2,5 GHz-4,4 GHz, modo regular e turbo, 18 MB de cache L3, 7,5 MB de cache L2 e consumo de 65 watts (117 watts no modo turbo).
  • Intel Core i3-12300: 4 núcleos e 8 threads a 3,5 GHz-4,4 GHz, modo normal e turbo, cache L3 de 12 MB, cache L2 de 5 MB, GPU Intel UHD 730 e consumo de 65 watts (89 watts no modo turbo).
  • Intel Core i3-12100: 4 núcleos e 8 threads a 3,3 GHz-4,3 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 12 MB, cache L2 de 5 MB, GPU Intel UHD 730, consumo de 65 W (modo turbo de 89 W).
  • Intel Core i3-12100F: 4 núcleos e 8 threads a 3,5 GHz-4,4 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 12 MB, cache L2 de 5 MB e consumo de 58 watts (89 watts no modo turbo).
  • Intel Pentium G7400: 2 núcleos e 4 threads a 3,7 GHz, 6 MB de cache L3, 2,5 MB de cache L2, GPU Intel UHD 710 e consumo de 46 watts.
  • Intel Celeron G6900: 2 núcleos e 2 threads a 3,4 GHz, 4 MB de cache L3, 2,5 MB de cache L2, GPU Intel UHD 710 e consumo de 46 watts.

Intel Alder Lake-S

Adorei dividir os processadores da série Intel Alder Lake-S "T" para que você possa compará-los com muito mais clareza.

Não é difícil e acontece que, no final, a chave é que os Intel Alder Lake-S série "T" têm frequências de trabalho mais baixas e um método turbo menos agressivo, o que reduz significativamente o consumo, tanto no modo normal quanto no modo turbo.

A diferença é tão grande que, como podemos ver, o Intel Core i9-12900T atinge apenas 106 watts no modo turbo.

  • Intel Core i9-12900T: 16 núcleos (8 de alto desempenho e 8 de alta eficiência) e 24 threads a 1,4 GHz-4,9 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), cache L3 de 30 MB, cache L2 de 14 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo base de 35 watts (106 watts no modo turbo).
  • Intel Core i7-12700T: 12 núcleos (8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência) e 20 threads a 1,4 GHz-4,6 GHz (núcleos de alto desempenho, modo regular e turbo), cache L3 de 25 MB, cache L2 de 12 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo base de 35 watts (99 watts no modo turbo).
  • Intel Core i5-12600T: 6 núcleos e 12 threads a 2,1 GHz-4,6 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo de 35 watts (74 watts em modo normal). Turbo).
  • Intel Core i5-12500T: 6 núcleos e 12 threads a 2 GHz-4,4 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 770 e consumo de 35 watts (74 watts no modo turbo).
  • Intel Core i5-12400T: 6 núcleos e 12 threads a 1,8 GHz-4,2 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 18 MB, cache L2 de 7,5 MB, GPU Intel UHD 730 e consumo de 35 watts (74 watts no modo turbo).
  • Intel Core i3-12300T: 4 núcleos e 8 threads a 2,3 GHz-4,2 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 12 MB, cache L2 de 5 MB, GPU Intel UHD 730 e consumo de 35 watts (69 watts no modo turbo).
  • Intel Core i3-12100T- 4 núcleos e 8 threads a 2,2 GHz-4,1 GHz, modo regular e turbo, cache L3 de 12 MB, cache L2 de 5 MB, GPU Intel UHD 730, consumo de 35 W (modo turbo de 69 W) .
  • Intel Pentium G7400T: 2 núcleos e 4 threads a 3,1 GHz, 6 MB de cache L3, 2,5 MB de cache L2, GPU Intel UHD 710 e consumo de 35 watts.
  • Intel Celeron G6900T: 2 núcleos e 2 threads a 2,8 GHz, 4 MB de cache L3, 2,5 MB de cache L2, GPU Intel UHD 710 e consumo de 35 watts.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *